Archive for the SENTA QUE LÁ VEM A HISTÓRIA Category

A CANOA

Posted in SENTA QUE LÁ VEM A HISTÓRIA on 15 de outubro de 2009 by waleskapink
*A CANOA*

Em um largo rio, de difícil travessia,

havia um barqueiro que atravessava
as pessoas de um lado para o outro.
Em uma das viagens, iam um advogado e uma professora.
Como quem gostava de falar muito,
 o advogado perguntou ao barqueiro:
– Companheiro, você entende de leis?
– Não, respondeu o barqueiro.
– E o Advogado compadecido:
é pena! Você perdeu metade da vida.
A professora muito social entra na conversa:
seu barqueiro, você sabe ler e escrever
– Também não, respondeu o barqueiro.
– Que pena! Condói-se a mestra.
 Você perdeu metade de sua vida!
Nisso chega uma onda bastante forte e vira o barco.
 O barqueiro preocupado, pergunta:
– Vocês sabem nadar?
– Não responderam eles rapidamente.
– *Então é uma pena*, conclui o barqueiro.
*Vocês perderam toda a vida!*
**
*Não há saber maior ou saber menor.*

*Há saberes diferentes…*

Paulo Freire.

“Pense nisso e valorize todas as pessoas

com as quais tenha contato.
Cada uma delas tem algo de diferente para ensinar” .
 

HISTÓRIA

Posted in SENTA QUE LÁ VEM A HISTÓRIA on 9 de setembro de 2009 by waleskapink
Uma História Sobre o Poder

Uma empresa entendeu que estava na hora de mudar o estilo de gestão e contratou um novo gerente geral. Este veio determinado a agitar as bases e tornar a empresa mais produtiva.

No primeiro dia, acompanhado dos principais assessores, fez uma inspeção a toda empresa. No armazém todos estavam trabalhando, mas um rapaz novo estava encostado na parede com as mãos no bolso.

Vendo uma boa oportunidade de demonstrar a sua nova filosofia de trabalho, o novo gerente perguntou ao rapaz:

– Quanto é que você ganha por mês?

– Trezentos reais, porquê? – respondeu o rapaz sem saber do que se tratava.

O administrador tirou os R$ 300,00 do bolso e os deu ao rapaz, dizendo:

– Aqui está o seu salário deste mês. Agora desapareça e não volte aqui nunca mais! O rapaz guardou o dinheiro e saiu conforme as ordens recebidas.

O gerente então, enchendo o peito, pergunta ao grupo de operários:

– Algum de vocês sabe o que este tipo fazia aqui?

– Sim Senhor – responderam atônitos os operários.

– Veio entregar uma pizza e estava aguardando o troco.

"Tem pessoas que desejam tanto mandar, que se esquecem de pensar".

Luís Fernando Veríssimo