Arquivo para agosto, 2010

A VIDA NÃO ESPERA

Posted in Não categorizado on 30 de agosto de 2010 by waleskapink

"Vai menina, fecha os olhos.

Solta os cabelos.
Joga a vida.
Como quem não tem o que perder.
Como quem não aposta.
Como quem brinca somente.

Vai, esquece do mundo.

Molha os pés na poça.
 Mergulha no que te dá vontade.
Que a vida não espera por você.
Abraça o que te faz sorrir.
 Sonha que é de graça.
Não espere. Promessas, vão e vem.
Planos, se desfazem. Regras, você as dita.
Palavras, o vento leva.
Distância, só existe pra quem quer.
Sonhos, se realizam, ou não.
Os olhos se fecham um dia, pra sempre.
E o que importa você sabe, menina.
É o quão isso te faz sorrir. E só. "

SIMPLES ASSIM

Posted in Não categorizado on 23 de agosto de 2010 by waleskapink

Porque entre o sim e o não é só um sopro,

entre o bom e o mau apenas um pensamento,

entre a vida e a morte só um leve sacudir de panos –

e a poeira do tempo, com todo o tempo que eu perdi,

tudo recobre, tudo apaga,

tudo torna simples e tão indiferente.

EU SOU O AMARELO

Posted in Não categorizado on 19 de agosto de 2010 by waleskapink

[ 49948dd5b1f741bc4732185ec72d1f5ad0da1d01.jpg ]

OU SOBREVIVO…

Posted in Não categorizado on 19 de agosto de 2010 by waleskapink
mar revolto
sentimentos perdidos,
busca inebriada
duma onda agitada
onde me encontro

deixo-me envolver
consciente do perigo.
enrolo-me,
sei que vou sofrer

um raio de Luz
penetra a onda.
chega até mim

mar calmo
sentimentos clareados.

num rasgo de lucidez
de olhos molhados,
meu corpo flutua
sobre a espuma
que se espraia
no imenso areal,
onde me largo

abro os olhos.
vislumbro a Luz
que me aconchega
que me seduz
que me diz chega

fecho os olhos.
interiorizo
momentos,
memórias…

verifico
– eu vivo…

UM POUCO MAIS DE CALMA

Posted in Não categorizado on 17 de agosto de 2010 by waleskapink

Mesmo quando tudo pede
Um pouco mais de calma
Até quando o corpo pede
Um pouco mais de alma
A vida não para…


Enquanto o tempo
Acelera e pede pressa
Eu me recuso faço hora
Vou na valsa
A vida é tão rara…


Enquanto todo mundo
Espera a cura do mal
E a loucura finge
Que isso tudo é normal
Eu finjo ter paciência…


O mundo vai girando
Cada vez mais veloz
A gente espera do mundo
E o mundo espera de nós
Um pouco mais de paciência…


Será que é tempo
Que lhe falta para perceber?
Será que temos esse tempo
Para perder?
E quem quer saber?
A vida é tão rara
Tão rara…


Mesmo quando tudo pede
Um pouco mais de calma
Mesmo quando o corpo pede
Um pouco mais de alma
Eu sei, a vida não para
A vida não para não…


Será que é tempo
Que lhe falta para perceber?
Será que temos esse tempo
Para perder?
E quem quer saber?
A vida é tão rara
Tão rara…


Mesmo quando tudo pede
Um pouco mais de calma
Até quando o corpo pede
Um pouco mais de alma
Eu sei, a vida é tão rara
A vida é tão rara…


A vida é tão rara…

©Lenine

DIAMANTE

Posted in Não categorizado on 16 de agosto de 2010 by waleskapink
"Nunca desvalorize ninguém.
Guarde cada pessoa perto do seu coração.

Porque um dia você pode acordar

E perceber que você perdeu um diamante

Enquanto você estava muito ocupado colecionando pedras…"

ESPINHOS

Posted in Não categorizado on 11 de agosto de 2010 by waleskapink
A vida requer cuidado.
Os amores também.
Flores e espinhos são belezas que se dão juntas.
Não queira uma só.
Elas não sabem viver sozinhas…
Quem quiser levar a rosa para sua vida,
terá que saber que com ela irão inúmeros espinhos.
Mas não se preocupe.
A beleza da rosa vale o incômodo dos espinhos.